Manifestações contra o fascismo tomam conta do país

Manifestações contra o fascismo tomam conta do país

Em todo o Brasil e em várias partes do mundo, tivemos um dia de defesa da democracia e dos direitos de todas as pessoas. O #EleNão tomou o país contra as ameaças de brutais retrocessos que vemos nesta campanha eleitoral. Protagonistas deste dia histórico, as mulheres marcaram firme posição contra o machismo, a LGBTIfobia, a intolerância e o ódio. Não só se organizaram, como estimularam o restante da sociedade a participar destes gigantescos atos contra o fascismo que cruzaram fronteiras e chegaram a diversos países onde há brasileiros e brasileiras.

Em dezenas de cidades temos registros de grandes manifestações que não só rechaçam o machismo, como propõem uma sociedade inclusiva, de direitos, de solidariedade. Participei destes atos em Piracicaba e em Campinas e sou testemunha da potência dessa mobilização. O movimento organizado pelas mulheres reuniu o que temos de melhor, que é a nossa diversidade. Todas e todos se reuniram a um só brado: #EleNão!

Este movimento marcará nossa história como divisor de águas, indicando claramente que a maioria da nossa população prefere uma sociedade mais humana e justa, ao contrário de um país violento e dominado pelo ódio. Nesta reta final de campanha, temos certeza de que este movimento será fundamental para definir os rumos das eleições e colocar de novo o país no caminho da democracia.

Hoje temos duas coisas importantes a dizer:
A primeira delas é agradecer a quem participou dos atos.
A segunda coisa a dizer é: EleNão!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>