Justiça obriga Jonas Donizette a cortar 450 comissionados

O Prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), recebeu determinação do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, Mauro Fukumoto e terá que cortar 450 funcionários comissionados – aqueles admitidos sem concurso – da administração. A decisão foi assinada na terça-feira (1/11) pelo magistrado.

Fukumoto julgou a ação da promotora Cristiane Corrêa de Souza Hillal, na qual sustenta que a distribuição de cargos foi usada como apadrinhamento político e para uso partidário após vencer as eleições de 2012. Ele também foi condenado a pagar multa no valor de dez vezes seu salário atual, o que representa cerca de R$ 210 mil.

De acordo com a decisão do juiz, Jonas tem 30 dias para cortar as agas comissionadas de assessor departamental, especial, setorial, superior, gestor administrativo e gestor de suporte. Além disso, Fukumoto proíbe o prefeito de realizar novas contratações para os mesmos cargos, não ser que sejam ocupados por servidores concursados.

One comment

  • Elson

    By Elson

    Reply

    Se fudeu hein Jonas!!! Aproveita e explica pro pessoal que quer trabalhar com o Uber pq está desempregado e precisa pagar contas e sustentar a família essa história que vc ou parentes seus possuem frota de taxi???

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>